Microfisioterapia | Terapia Manual | Instituto Salgado de Saúde Integral

Blog / Notícias

12/04/2018

Formação em PSYCH-K®, saiba mais

Beth Holstein é instrutora de PSYCH-K® há 20 anos, a única profissional a ministrar o curso de formação na terapia no Brasil. Ela ministrará os módulos básico e avançado da metodologia em abril e maio. Para quem não conhece, ela fala um pouco sobre o tema.

“O PSYCH-K®, de forma simples, é uma metodologia, um processo em que nós acessamos a mente subconsciente para transformar crenças limitantes em crenças que nos apoiam. É um pouco diferente de outras metodologias porque é um processo em que é muito claro ver para onde as pessoas querem ir e como vão chegar lá”, diz.

De acordo com ela, esta parte do processo é muito consciente em que se fala sobre em tudo o que você tem tentado evitar e o que você queria ao invés daquilo. “Estou aqui neste momento, quero chegar lá e o que a gente trata é tudo aquilo que está entre estas pontas, todos os nós que temos que desarmar para chegar lá e ter sucesso. Fazemos isso acessando a mente subconsciente, conseguindo transformar muitas coisas, com traumas do passado. Por vezes as percepções dos eventos são dolorosas e, muita vezes, mesmo sendo eventos antigos, continuam sendo processados como aqui e agora. A intenção do PSYCH-K® é neutralizar este trauma para que você possa se mover para frente na sua vida. As coisas se transformam”, destaca.

Muitas são as crenças que podemos carregar e que tornam um peso para ir adiante. Beth fala, por exemplo, das crenças que vem de família. “São coisas que a gente se lembra da infância. Vamos falar sobre crenças financeiras, relacionadas ao dinheiro, ouvimos frases como ‘não põe a mão no dinheiro porque ele é sujo’. A mensagem que fica registrada é de que ganhar dinheiro é algo sujo. Com isso, crescemos e existe algo que está impedindo o nosso sucesso financeiro e as vezes pode ser simplesmente o fato de ter a percepção de que o dinheiro é sujo. Pode ser sobre emprego, carreira, tudo o que envolve a parte financeira não vai adiante”, comenta.

Crenças sobre a saúde também podem levar a dores e doenças. Sintomas nunca devem ser ignorados e Beth fala da sintonia que existe entre algumas terapias que vão em busca do porquê do sintoma. “Vejo que existe um casamento muito bom entre a microfisitoerapia e o PSYCH-K®, a medicina germânica e o PSYCH-K®. Carregamos todas estas crenças que nos afetam, fazendo as duas técnicas, o processo tem muito sucesso porque nosso corpo fala, nossos sintomas falam. É transformador. Uma das coisas da minha carreia e que gosto de trabalhar são assuntos de saúde”, destaca.

Buscar o que se quer é um dos grandes diferenciais da metodologia. “Quando perguntamos às pessoas o que elas querem, em geral a resposta vem ‘eu não quero isso’ ao invés de ‘eu quero aquilo’. Temos que ir em busca da paz e da alegria ao invés de correr da infelicidade”, conclui Beth.