Microfisioterapia | Terapia Manual | Instituto Salgado de Saúde Integral

Blog / Notícias

16/02/2016

Caminhar ou correr?

Correr ou caminhar?

Muitas pessoas fazem essa pergunta tentando identificar qual seria a melhor opção para a saúde: correr ou caminhar? É claro que a primeira questão a ser respondida é se a pessoa pode praticar corrida, esporte de maior impacto que exige mais do corpo. Uma avaliação médica é sempre importante.

Feita essa ressalva, podemos usar os dados de uma pesquisa americana realizada na Universidade da Califórnia com mais de 45 mil pessoas para responder essa questão. Segundo os pesquisadores, ambos os exercícios são eficazes para melhorar a saúde do coração, reduzindo o risco de hipertensão, diabetes e doença coronariana.

Participaram do estudo 33.060 pessoas que praticavam corrida e de outras 15.045 que faziam caminhada, a maioria na faixa dos 40 anos. Independente da modalidade escolhida, os benefícios foram maiores em quem percorria maiores distâncias. Resumido, o estudo sugere que o que importa não é o tipo de atividade física, mas o quanto se anda ou corre.

O importante é praticar atividade física! Ficar parado não traz qualquer benefício para a saúde do nosso coração. Os pesquisadores mostraram no estudo que, em comparação com quem é sedentário, correr diminui o risco de hipertensão em 4,2% e caminhar diminui essa chance em 7,2%. Também houve vantagens em relação ao colesterol. O risco de uma pessoa apresentar colesterol alto diminui em 4,3% se ela passar a correr e em 7% se ela começar caminhar.

Hora de calçar o tênis e começar a se exercitar!